Conheça os Efeitos do Tempo Seco ou Úmido sobre o Cabelo

Não é só o estado de espírito que muda ao sabor do clima. Nosso cabelo também. Em cidades com baixa umidade do ar, os fios ressecam e arrepiam. "Em locais secos e quentes, o cabelo cria eletricidade estática, o que provoca a repulsa dos fios - eles se afastam um do outro e eriçam", explica Walcinir Bedin, presidente da Sociedade Brasileira para Estudos do Cabelo. "Quem tem fios lisos e finos sofre mais, porque eles são leves e suscetíveis à eletricidade, diferentemente do tipo afro."

Já em regiões de clima úmido, o frizz toma conta dos crespos e os lisos murcham. Isso ocorre porque o fio absorve o vapor d'água e fica pesado, com aspecto de sujo. A umidade também leva embora a forma do cabelo. "Bastam umas gotinhas de chuva ou um banho quente para desmanchar o penteado", diz Rodrigo Cintra, do Studio W Iguatemi, em São Paulo. Para manter o look controlado e bonito, independentemente do tempo lá fora, as grandes marcas oferecem linhas específicas, mas você também pode fazer a sua parte. Siga as recomendações dos experts.

Produtos de uso noturno
Eles hidratam e driblam o eriçado. "Uma grande vantagem é poder aplicá-los no cabelo seco, o que facilita identificar as áreas que mais necessitam de tratamento", diz Luciana Nilo.c

Diminua o xampu de limpeza profunda
Restrinja o uso de xampu antirresíduo, que faz uma limpeza profunda do fio, retirando até mesmo sua proteção natural. "Isso faz com que a estática apareça facilmente. Converse com seu cabeleireiro para eleger o produto adequado para o seu cabelo", afirma Nilo Leal.

Silicone para proteger
"Para domar o cabelo fino, que fica espigado, isole as pontas usando um produto com silicone. Ele vai funcionar como uma capa, protegendo a fibra capilar", indica o dermatologista Walcinir Bedin.

Proteção contra o vapor
Proteja o cabelo durante o banho envolvendo-o com toalha. "Caso o penteado desande, use o difusor para modelar o look e tirar o amassado. Se precisar de volume, faça babyliss no topo da cabeça, nas pontas e nas mechas laterais", ensina Marco Antonio de Biaggi.

Seque bem os fios
A umidade do ar deixa o cabelo mais suscetível à absorção de poluentes. Assim, não saia de cabelo molhado. "Caso contrário, ele vai funcionar como uma esponja, captando todos os resíduos e cheiros do ambiente", avisa Patrícia Maciel, terapeuta capilar, de São Paulo.

Secador na direção correta
"Procure secar o cabelo no sentido do crescimento do fio. Aplique sempre protetores térmicos antes da modelagem. O produto faz com que a escova dure mais e o cabelo não sofra tanto com o calor", ressalta Nilton Tamba.

Chapinha para diminuir o frizz
Invista em secador e chapinha de turmalina, de teflon ou que emite íons. "Esses materiais minimizam o processo de frizz", avisa o tricologista Ademir Jr., de São Paulo.

Deixe os fios esfriarem
"Aguarde sempre o cabelo 'esfriar' depois da escova. Bastam cinco minutos para que os fios retornem à temperatura ambiente e estejam prontos para receber o finalizador sem o risco de ficarem melados ou pesados", avisa Marco Antonio.

Escova: cabelo seco ou molhado?
Júnior Carvalho, do CKamura, em São Paulo, ensina: quem tem cabelo fino e oleoso deve tirar bem a umidade dos fios antes de escová-los. Quem tem cabelo crespo ou cacheado e ressecado, pelo contrário, deve fazer a escova com o cabelo molhado, para evitar o eriçado.

Para evitar o arrepiado
Para evitar que os fios arrepiem, faça assim: depois de escová-los, passe uma chapinha com íons uma única vez (e rapidamente) só no topo da cabeça e nas mechas laterais. A dica é do Marco Antonio de Biaggi.

Prenda em rolinhos
"Para proteger o cabelo da secura do ambiente, vaporize um cosmético umidificador no comprimento. Faça rolinhos com os dedos, prenda, deixe alguns minutos e solte. O efeito é incrível", garante Wanderley Nunes.

De manhã, silicone nos fios!
Depois de uma boa noite de sono, espalhe um silicone nas pontas, prenda o cabelo num coque por cinco minutos e solte. "Esse truque ajuda a manter o visual bonito e comportado entre uma lavagem e outra", conta Viktor I.

Fonte: www.mdemulher.abril.com.br

Comentários